quarta-feira, 13 de julho de 2016

COMANDOS ELÉTRICOS


COMANDOS ELÉTRICOS, PARA QUE SERVEM E COMO FUNCIONAM.

Emanuel Douglas Lopes da Silva
Jacó da Conceição Bitencourt
Ismael de Souza Rocha
Jean Alves Santos
Amanda Santana
Stefanny Martins

Resumo: Nesse artigo serão abordadas as funcionalidades dos comandos elétricos, portadas de circuitos que poucas pessoas sabem que são utilizados para proteção em possíveis curtos circuitos. Será de grande conhecimento saber os tipos de comandos e como eles funcionam quando acionados.

Palavras-Chaves: Eletricidade; Disjuntores; Indústrias; Circuitos;   




Todos nós em alguma situação no dia-a-dia já nos deparamos com um comando elétrico, mas não sabemos identifica-lo e nem qual é a sua finalidade. Se recorrermos ao dicionário, a palavra comando é definida como um dispositivo que controla um ou mais equipamentos, logo se aplica ao que chamamos de comando elétrico que nada mais é um circuito de programações elétricas. Já sabemos que a eletricidade são cargas elétricas, onde são passada pelos fios condutores e distribuídas para as residências ou indústrias, portadas de elétrons que são denominadas de corrente elétrica. Por sua vez, uma corrente elétrica apresente uma intensidade que é a força que é carregada pelos feios condutores apresentando suas variações, e por existir essa variação são utilizados de comandos elétricos.

Os comandos elétricos são equipamentos que tem como funcionalidade em acionar um dispositivo ou equipamento como também o desligamento do mesmo. Sua principal função é determinar a passagem da corrente elétrica para um equipamento que será ligado. O principal objetivo do painel de comando é proteger o operador, e servir para as funções que serão utilizadas. São utilizados de sensores, sinalizadores, boteiras, pressostatos, chaves fim de cura, propondo a proteção do circuito elétrico que são como dispositivos que auxiliam no comando. Quando a necessidade de ligar uma maquina de pequeno e grande porte na indústria, é imprescindível a segurança de todo circuito elétrico e por isso são utilizados de comandos elétricos para a execução de vários maquinários ao mesmo tempo, controlando e monitorando os equipamentos.

Assista abaixo um vídeo no qual foi construido pelo equipe um exemplo pratico de um comando elétrico:  

 
Agora iremos falar um pouco sobre um dispositivo que encontramos com mais facilidade, o contador. Disponíveis de duas formas, contador para motores e contadores auxiliares. Eles são utilizados para medir a sequencia de carga, dessa forma auxiliando no controle do sistema a distancia.

Dispositivos de Proteção

  • Disjuntor: Um Disjuntor ele tem sua importância em paralisar automaticamente um circuito elétrico. Sendo ele um dispositivo eletromecânico, quando instalados ele irar desempenhar sua função em proteger toda instalação elétrica de possíveis danos causados por curtos circuitos. Existem três tipos de Disjuntores:

  1. Térmicos: Sua proteção acontece com uma lamina bimetalia, quando aquecida em joule ela aciona o circuito e o sistema de proteção é acionado. Por ser de um mecanismo de baixo custo sua proteção não é eficiente em curtos circuitos.
  2. Magnéticos: Com a lei do eletromagnetismo que trás com precisão de uma bobina secciona o circuito. Sua proteção é justamente pela rapidez que é acionado o desligamento, o seu preço já é um pouco mais caro, mas sua funcionalidade está na alta proteção.
  3. -Termomagnéticos: Ele possui comandos térmicos e magnéticos, é o que mais encontramos no dia-dia. Podendo ser acionado manualmente no qual possui correntes de interrupção.
  • Fusível: tem como finalidade de desligar e corta a passagem da corrente elétrica pelo comando e desligar o equipamento em automático, muito comum acontecer em curtos circuitos devido à variação das correntes elétrica. Os fusíveis por sua vez são classificados em efeito rápido, retardado, o fusível NH e o fusível DIAZED. Para a sua instalação deve-se ter alguns cuidados, como prestar atenção se o local é devidamente arejado, escolher posicionar o dispositivo em um local de fácil acesso, para a escolha do fusível deve-se observar qual a corrente elétrica que pretende estar acionando.
  • Botoeiras: Quando as mesmas são acionadas tem a função de energizar todo o comando elétrico. Os tipos de botoeiras variam quanto à cor e tipo de proteção. Podem ser encontradas as botoeiras pulsadoras, que tem a função de inverter os invertem os contatos elétricos, e as botoeiras com trava, o que diferencia uma da outra é que a botoeira com trava permanece acionada e travada.

  • Relé: Existem o Térmico e o bimetalico, muito utilizados para proteger motores elétricos. Sabemos que um motor quando está ligado, ele acaba aquecendo em velocidade, Mas quando o mesmo sobre-aquecido acaba se tornando perigoso, o relé terá a função de minimizar esse aquecimento e prolongando o período de vida útil do moto.
  • Sinalizadores: São essências em um painel de controle de um comando elétrico, pois as cores indicam ao operador quando um equipamento por ventura sofra uma falha, um sinal de alerta logo será emitido alertando no painel em vermelho com urgência a necessidade de ser desligado. Todos esses dispositivos disponíveis nada mais que trazem a segurança para o processo como também o seu controle, caso ocorra um curto circuito ou quando se ultrapassa o limite da carga mais conhecido como sobrecarga.

Os comandos elétricos geralmente são usados nas grandes indústrias internacionais e nacionais. A funcionalidade dos comandos elétricos, como sendo aplicado na eletricidade de potência, o segmento industrial é a principal e o mais importante, pois este segmento é responsável pela a maior parte transformada da energia elétrica em outros tipos de energia. Portanto, a indústria é o centro das atividades exercidas pela maioria dos profissionais da área elétrica, como na forma de instalações de acessórios, projetos de comandos elétricos, ou mesmo da automação industrial. Adentrando essa área que conhecemos fica o subsegmento dos comandos elétricos que representa as técnicas e métodos que são utilizados para controlar/manuseia os acionamentos das maquinas e alguns equipamentos. Os comandos elétricos são compostos por circuitos de força que podemos encontrar alguns motores e os circuitos de comandos que agem nas lógicas de acionamento elétrico.

Chave magnética ou contador magnético:
É composta basicamente por eletroímã e um conjunto de chaves que funciona por um fluxo eletromagnético do eletroímã quando posteriormente energizado.
O número de chaves é bem variado e depende principalmente do tipo de chave magnética e sua utilidade; chaves principais: são aquelas mais robustas pois se destinam a passar por elas altas correntes elétricas que são comuns em motores e entre outras cargas, tendo suas variações como as auxilias rés que não necessitam de tanta robusteis pois são destinados baixas correntes para o funcionamento de diversos eletroímãs de uma ou mais chaves magnéticas.

Motores de corrente continua:
Os motores de continua são responsáveis pelo trabalho industrial em diversos segmentos e utilidades cabíveis para seu funcionamento, sendo assim havendo diversos tipos de motores. OS motores de correntes continua possuem ou não escovas podendo assim ser simples, de dois terminais ou mais complexos que possuem vários terminais que são denominados "motores de passos”. Os motores de CC sem escovas simples são comuns e são muitos utilizados em ventiladores de computadores, por serem extremamente silenciosos e duráveis.

Os motores de passos possuem seu eixo posicionado em passos ou em algumas frações da volta, dependendo da sua alimentação, que é diferenciada e proveniente de circuitos eletrônicos que possibilitam não só a dinâmica do posicionamento do eixo, mas como também o controle do sentido e da velocidade de giro.

Portando, agora quando você passar por um contador ou disjuntor você irar perceber então qual é a funcionalidade dos comandos elétricos e diferencias os seus sistemas de proteção. Com sua alta precisão portada de tecnologia que podem nos proteger de grandes correntes elétricas provocadas pelos curtos circuitos, os comandos elétricos são portados de diversos dispositivos com diferentes formas de proteção. Mas é preciso salientar que é preciso tomar cuidados com esses equipamentos em saber qual tipo de dispositivo que devemos utilizar, sabendo assim qual a sua capacidade de carga elétrica necessária para assegurar de forma correta os processos elétricos com segurança.   


Referencias:

CAETANO, J. slide share, 2015. Disponivel em: <http://pt.slideshare.net/jadsoncaetano7/pdf-slides-das-aulas-dispositivos-utilizados-em-comandos-eltricos>. Acesso em: 22 Julho 2016.

CLUBE do tecnico. clube do tecnico, 2014. Disponivel em: <http://www.clubedotecnico.com/comandos_eletricos.php>. Acesso em: 23 julho 2016.

MORAES, E. Sala da Elétrica. Conhecimento so Seu Alcance, 2014. Disponivel em: <http://www.saladaeletrica.com.br/comandos-eletricos/>. Acesso em: 9 junho 2016.

PINHEIRO, H. IFRN. Instituto Federal De Educação, Ciência e Tecnologia, 2013. Disponivel em: <https://docente.ifrn.edu.br/heliopinheiro/Disciplinas/maquinas-e-acionamentos-eletricos-ii/apostila-basica>. Acesso em: 8 junho 2016.

SABER eletrica. Aprendendo e Ensinando, 2014. Disponivel em: <http://www.sabereletrica.com.br/comando-eletricoComandos >. Acesso em: 12 junho 2016.



Um comentário: