sábado, 26 de novembro de 2016

INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

                                                    
                                                  INTOLERÂNCIA RELIGIOSA                                     
Adrielle Costa
Denilton Ribeiro
Edileide Soares

Fabiana Sousa
Larissa Santos
Thalia Souza
Rodrigo Bomfim

RESUMO: Este artigo tem como intuito de aprofundamento sobre o ato discriminatório da intolerância religiosa e como ele pode afetar o hábito social e psicológico de um indivíduo.

PALAVRA - CHAVE: Intolerância, religião, descriminação, violência, solução, educação.
A intolerância na área religiosa se tornou, de fato, um dos problemas mais delicados de se lidar ao redor do mundo, onde se apresenta o fanatismo religioso, que muitas vezes duvidado por milhões de pessoas, que assim se conduzem a conflitos, com o intuito próprio de estabelecer que sua religião é a correta, a que possuía a razão.
Podendo, de fato, se confundir com o direito e liberdade de expressão, que logo se torna um grande motivo de debates com reações rápidas e virulentas.
Além da falta de bom senso e respeito, geralmente as atitudes intolerantes são resultantes de ignorância, falta de conhecimento, que de algum modo faz esse indivíduo se indignar com a consciência e a crença de outro, formando em si uma oposição contra aquela religião, se tornando nada mais do que um ofensor à liberdade religiosa.
Sendo que, segundo o artigo 18 da Constituição da República Federativa do Brasil, toda pessoa terá direito a liberdade de pensamento, de consciência e de religião. Desta forma todas as pessoas merecem proteção e respeito à sua religiosidade.
Muitas vezes casos com força intolerante são manifestados com atos de violência física e humilhações recorrentes, podendo chegar até ao isolamento social do ser oprimido.
A história é recheada de fatos marcantes de intolerância religiosa que são, de certa forma, questionadas até o dia atual, como:
O holocausto, que foi o extermínio premeditado de cerca de 6 milhões de Judeus pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial, sendo hoje caracterizado por ser o maior exemplo desse tipo de intolerância.
E em 1915 à 1945 ocorreu o Genocídio Armênico, que foi a matança e a deportação forçada de cerca de 1 milhão de imigrantes armênicos que viviam no Império Otomano Durante a Primeira Guerra Mundial.
Ocorrendo também fatos mais atuais como a questão Israel-Palestina (1949 à 2011), que é um conflito religioso que continua, que já matou milhares de pessoas em várias guerras cometidas. Atualmente se destaca um possível confronto entre Israel e Iran.
E de 2003 à 2011 foi constatado o genocídio em Darfur, conflito entre muçulmanos e não muçulmanos, estimando-se 400.000 vítimas.
Em todo o mundo é visível o crescimento da intolerância religiosa, mesmo que pouca em certas partes do globo. A manipulação fica por conta do Nacionalistas e Separatistas, que mascaram as razões verdadeiras, sendo elas políticas ou estratégicas, reacendendo ódios esquecidos há muito tempo.
Como por exemplo a guerra entre Israel e Hamas, que tem impressionado o mundo inteiro, não apenas pela destruição, que levou escolas, hospitais, locais habitacionais, mas também pelas quantidade de mortes de civis, onde se encontram uma grande quantidade de crianças, gerando grande indignação como não se via há tempo.
O terror gerado pela intolerância religiosa pode se tornar algo eminente, como o califado islâmico, que semeia o terror e perseguição às minorias na região, como curdos, yazidis, cristãos, drusos e outros.
Mas apenas a intolerância religiosa não seria a única causa para tais atos terroristas, ao contrário do que muitos internautas expressaram em redes sócias após o último ato terrorista em Paris, crescendo assim o preconceito sobre os muçulmanos. “Estão extrapolando um limite interpretativo da religião e deixando de lado certos aspectos de sua crença e das orientações de seus líderes", disse o cientista político e sociólogo Rafael Colavite, explicando a justificativa desses conflitos em nome ou em defesa da fé.
Sendo que alguns países formam restrições governamentais, que possuem como objetivo limitar as práticas religiosas, como nos EUA, que mesmo sendo um país com baixo índice de restrições, houve uma proposta, rejeitada pela justiça, de declarar ilegal a lei Islâmica. Já na Suíça, foi proibida a construção de novas torres em mesquitas. Tal que a motivação para essas restrições foi o aumento de crimes violentos causados por ódio religioso.
Já o tratamento legal para tais atos discriminatórios é comparado aos de assédio moral e/ou sexual, sendo que as sutilezas em relação a religião não são realmente consideradas, já conceituaram como propriedade da mesma: "A intolerância religiosa é um conjunto de ideologias e atitudes ofensivas a crenças e práticas religiosas ou mesmo a quem não segue uma região. É um crime de ódio que fere a liberdade e a dignidade humana."
Sendo desta forma necessário direitos para a formação da liberdade religiosa como o direito de ter uma religião e crer em um ser divino, direito de não ter religião e não crer em um ser divino e o direito de ser neutro religiosamente em espaços de uso comum.
No Brasil vemos criança apedrejada por ser do candomblé e ateus sendo responsabilizados por crimes bárbaros por um apresentador de tv, paradas gays com transexuais vestidos de Jesus.Sendo que o número de denúncias cresceu cerca de 3.706% ao disque 100 em cinco anos.

Esse preconceito também atinge adventistas, aqueles que guardam o sábado, e os evangélicos, pelas suas vestimentas e seus hábitos. "Brotam preconceitos e intolerância em adeptos das outras religiões ou contra aqueles que não possuem, afirma Maurício Aquino, professor da UENP (Universidade Estadual do Norte do Paraná).
Podendo citar assim o estudioso Junqueira, que afirma que tais atos de intolerância começaram a partir da descoberta do Brasil pelos Europeus:
Na carta de Pero Vaz de Caminha, ele elogia os indígenas, porém conclui que o melhor presente que o rei poderia deixar para este povo seria salvá-lo. O reino português tanto salvou que quase exterminou todos. Uma salvação que exclui. E esta proposta permaneceu ao longo da história. [1]
A intolerância religiosa para muitos é definida como um mal que atinge uma camada imensa da população global e que agride a dignidade humana, aquela descriminação que nasce da "fé cega" e que é dirigida sem conhecimento, muitas vezes usada por pessoas astúcias que se aproveitam dos fies para requerer poder.
Fazendo com que cresça a necessidade de educar para a tolerância, precisando chegar em todas as idades, pois na maioria das vezes é do berço que se traz a educação. Logo, se não se tem esse aprendizado no cotidiano a sociedade não poderá ter uma comunhão saldável pelas suas diversidades de crenças. O combate contra tais atos de intolerância é o trabalho de todos.
 “A intolerância religiosa se deve à vaidade de se achar o único certo”
(Daniel Melgaço)
GALERIA:
Atentado em Paris, 14 de julho de 2016.

Kailane Campos, apedrejada, 14 de julho de 2016.


19ª Parada do Orgulho LGBT, transexual encena a crucificação de Jesus.

Não deixe de ver o nosso vídeo, obrigado e até a próxima:
                                                                             Todos cooperaram👏

 
FONTES:

INTOLERÂNCIA RELIGIOSA, GUIA DE DIREITOS, DISPONÍVEL EM: >http://www.guiadedireitos.org/index.php?option=com_content&view=article&id=1041&Itemid=263<
A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA NO BRASIL, PROJETO REDAÇÃO, DISPONÍVEL EM: <https://www.projetoredacao.com.br/temas-de-redacao/a-intolerancia-religiosa-no-brasil>
A ATUAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS, MPRJ, DISPONÍVEL EM; <http://www.mprj.mp.br/areas-de-atuacao/direitos-humanos/areas-de-atuacao/combate-a-intolerancia-religiosa-e-defesa-do-estado-laico>
INTOLERÂNCIA RELIGIOSA E OS LIMITES DA LIBERDADE DE EXPRESSÃO. JUSTIFICANDO. Disponível em:<http://justificando.com/2015/06/12/a-intolerancia-religiosa-e-os-limites-da-liberdade-de-expressao/>
INTOLERÂNCIA RELIGIOSA NO BRASIL, PROJETO REDAÇÃO. DISPONÍVEL EM:<https://www.projetoredacao.com.br/temas-de-redacao/a-intolerancia-religiosa-no-brasil/intolerancia-religiosa-cade-a-liberdade-de-expressao/8354>
INTOLERÂNCIA RELIGIOSA. DANIEL MELGAÇO. CULTURA MIX.DISPONÍVEL EM: http://mensagens.culturamix.com/religiosas/frases-de-tolerancia-religiosa
SOLUÇÃO PARA A INTOLERÂNCIA RELIGIOSA. CAFÉ HISTÓRIA, DISPONÍVEL EM:<http://cafehistoria.ning.com/m/blogpost?id=1980410%3ABlogPost%3A57996>

DENÚNCIAS DISQUE 100. INTOLERÂNCIA RELIGIOSA. BRASIL.GOV. DISPONÍVEL EM:<http://www.brasil.gov.br/intolerancia-religiosa/textos/denuncias-de-intolerancia-religiosa-no-disque-100-crescem-3706-em-cinco-anos>
..........................................................................................
PRECONCEITO RELIGIOSO. UNIVESP. DISPONÍVEL EM:<http://pre.univesp.br/preconceito-religioso> [1]


DANIEL MELGAÇO. O PENSADOR. DISPONÍVEL EM: <https://pensador.uol.com.br/frase/MTMyMDIxNA/> [2]
               












Nenhum comentário:

Postar um comentário