domingo, 27 de novembro de 2016

A RETOMA DO CONSERVADORISMO

Aline Roque
Bárbara Raiane
Camila Santos
Jamile Araújo
Sarinne Pires
Thais Alcântara

RESUMO: O artigo a seguir tem o intuito de nos fazer compreender de forma mais ampla o comportamento do conservadorismo nos dias de hoje, além de discutir alguns traços.

PALAVRA – CHAVE: pensamento conservador, ultra direita, lideres conservadores.

INTRODUÇÃO

O conservadorismo se resume em guardar, respeitar e proteger tradições, valores religiosos e nacionalismo. O livro “como ser um conservador” de Roger Seruton argumenta que somos todos herdeiros de coisas admiráveis e que devemos nos empenhar para preservar, além de afirmar que a alternativa para o socialismo revolucionário é o conservadorismo. Já o livro “as ideias conservadoras” Coutinho trazem pensamentos do maior referencial do conservadorismo, Edmund Burke.

Ultra direita

A esquerda e direita surgiu na política com a revolução francesa, delegados com igualitarismo e reforma social, acomodavam-se a esquerda do rei e delegados com aristocracia e conservadorismo a direita do mesmo, por volta do séc.XIX, a diferença entre esquerda e direita na Europa, foi incluída com distinção entre liberalismo e conservadorismo. O surgimento das ideias reformistas da social -democracia no final do séc.XIX e a revolução Russa no período de 1917, põem limite nos interesses burgueses, na centralização ideológica da direita e dos trabalhadores, na centralização ideológica da esquerda e na política, conservadores e reacionários se mantiveram no campo ideológico da direita, que defendem mudanças estruturais que resultam em perda de poder econômico e político. Por conta da extrema-direita no Brasil, nós temos uma ação integralista brasileira (AIB), que foi uma organização política criada em 1932, comandada por Plínio Salgado, que ficou conhecido como movimento fascista no Brasil, um dos principais objetivos da organização era acabar com os comunistas e com muitos outros partidos políticos. Atualmente a mídia com suas mensagens e filosofia sustentam ideologias para o campo ideológico da extrema-direita. Por outro lado, os opositores à esquerda, são vandalizados, estigmatizados e caricaturados pela mídia nos programas diários ou editoriais “jornalísticos”. A ultradireita e associada a pessoas ou grupos nacionalistas extremados, xenofóbicos, racistas, fundamentalistas religiosos ou com visão racionaria alguns movimentos de ultradireita busca a opressão e genocídio contra grupos de pessoas com base na sua suposta inferioridade.
Conservadorismo X Crise de 1929 e 2008

Na crise de 29 a união soviética não sofreu intensamente como os países industrializados na época como Alemanha e EUA, foi onde o movimento de extrema direta ganhou força. Atualmente o desemprego e os imigrantes somados com a crise de 2008 puderam trazer à tona suspiros desse movimento de extrema direta. A crise de 29 e a questão da nacionalidade foram importantes para a ascensão do nazismo e do fascismo, não deixa de ser preocupante que a extrema direita possa voltar a crescer com problemas similares.

Conservadorismo No Mundo Atual

O conservadorismo atual surge em reação a quê? Em consequência de quê? O caso Trump e emblemático, ele venceu apelando ao sentimento nacionalista do povo Americano. Outra coisa e a cultura armamentismo nos EUA, muito forte Hillary sinalizou que controlaria a venda de armas no pais e perdeu votos por causa disso. Existem também as regiões com altos índices de desemprego, descontente com os democratas e que votaram em Trump. Há uma série de questões. No Brasil, por exemplo, Bolsonaro ganhou muitos simpatizantes por causa da decepção de muitas pessoas com o PT, com a corrupção. O nacionalismo por exemplo segundo fatores históricos, surgiu de setores conservadores, na aristocracia alemã nos séculos XIX principalmente que não se davam muito bem com as ideias liberais da burguesia.

 No caso da extrema direita europeia atual, existem causas que faça vim acontecer essa ascensão, como a questão dos imigrantes e o aumento do desemprego, circunstâncias bem semelhantes que levaram o fascismo e o nazismo ao poder, embora naquela época obviamente a conjuntura internacional fosse bem diferente. Por isso, mesmo não tendo uma relação objetiva entre o conservadorismo e a extrema direita, há elementos do primeiro na segunda o que os leva a flertarem, até porque eles têm inimigos em comum. Podemos ver nos dias de hoje, que a china está prestes a se torna a maior potência econômica do mundo em meio à crise (2008), porém o acordo bilionário feito com a Rússia em relação ao gás e isso está ligado também com a estrita relação da Rússia com a união europeia e os EUA.

Na França, a frente nacional, um partido de extrema direita, tem ganhado popularidade contra as promessas que não foram cumpridas da esquerda durante a gestão de Hollande. Os nacionalistas querem acabar com a união europeia afirmando que a mesma trava o crescimento econômico dos países aliados, querem acabar com os benefícios sociais públicos como saúde, educação, e seguro-desemprego, mas isso não significa redução do papel do estado, significa apenas uma revogação de direito de políticas sociais. Ainda e muito cedo para dizer ao menos aonde isso vai parar e aonde os projetos expansionistas da Rússia vão chegar, mas o mais preocupante e que isso revela que o fascismo está vivo como estado de espirito e em perfeitas condições de chegar novamente ao poder.

Líderes Conservadores

Bolsonaro – Manifestações de junho 2013, um forte clima político de descontentamento com todos os partidos emergiu e ganhou a adesão principalmente das classes medias. A partir de 2015, com o avanço da lava jato e o descrédito em que caiu virtualmente todo o campo das esquerdas foram elas que capitanearam as manifestações anti-Dilma e deram o tom do mal-estar geral que culminou no impeachment. Frente ao cenário de crise política e econômica, a extrema direita voltou aos holofotes. Inicialmente, ela queria uma intervenção militar, mas como as forças armadas não lhes deram atenção, tentaram encontrar uma figura forma reverbere seus ideais. É aí que entra Bolsonaro, apesar da completa inabilidade política e do jeito patético, Bolsonaro ocupa a lacuna de liderança que a extrema direita queria preencher. Ele ganhou notoriedade unicamente por causa de suas opiniões visceralmente antipetistas na imprensa. Já vociferou contra mulheres, contra homossexuais e imigrantes. Ganhou as manchetes quando disse para uma deputada petista que “só não a estupraria porque ela não merecia”, e quando chamou os refugiados que chegavam ao Brasil de escória do mundo, numa ilusão a imigrantes sírios, haitianos e bolivianos. Em uma ocasião em que chegou a trocar empurrões com o outro deputado da câmera, Bolsonaro alegou que os militares livraram o Brasil de uma ditadura.                                                                                                                                      Margaret Thatcher – Na noite do dia 11 de fevereiro de 1975, a química com os seus 50 anos foi eleita pelos tories, presidente do partido conservador britânico. Essa noite ficou conhecida como “noite das facas longas” pelo simples fato de eles terem elegido Margaret, preterindo Edward Heather. A partir daí o governo trabalhista (labour), pensará agora que os conservadores jamais venceriam com uma mulher na liderança. Apesar de qualquer duvidas ou incertezas dentro do próprio partido, ela sempre se impulsionava, ela foi a primeira-ministra do Reino Unido, sua vontade era de reduzir o direito de greve e eliminar direitos dos representantes de operários em empresas, essa política ficou conhecida como “linha-dura” e apelidou a Thatcher “dama de ferro”.  Por volta dos séculos de 1990, com grandes receios os conservadores começaram a debater sobre o seu papel nas políticas sócias e europeias, então assim Thatcher renunciou a chefia do governo como a dos Tories. Dois anos se passaram e ela recebeu o título de baronesa e ingressou na casa dos Lordes, onde não cansará de reclamar do seu sucessor, John Major. Em 2000 ela foi homenageada como a melhor chefe de governo ao lado de Winston Churchiil.                                                                                              Donald Trump – Ele não é um intelectual, ele é apenas um homem pratico, para uns ele é extremamente conservador para outros ele é só humanista, tentar entender um homem com princípios ideológicos e teorias rígidas e a receita exata para o fracasso, Trump não e considerado um “conservador moderno”, nem muito menos “liberal”. Donald Trump por suas ações se torna um homem muito polêmico e não bem visto aos olhares de alguns, João Luiz Mauad, dispara contra ele. “Já falei aqui da xenofobia atávica de Trump, que julga os latinos e o mulçumanos seres inferiores, portadores de uma índole intrinsicamente criminosa. ”  

Podemos ver alguns trechos machistas de Donald Trump antes de ser eleito. “Mulheres devem ser julgadas pela aparência”, ou seja, para ele as mulheres devem seguir um único padrão de beleza, caso contrário são condenadas a serem feias, ou esta outra “idade limite para mulher e 35 anos”, Trump afirma que 30 anos e idade perfeita para as mulheres e que ao chegar aos 35 elas deveriam “sair de cena”.                                                                      

Todos são conservadores mais de formas diferentes, até por que o conservadorismo não é homogêneo, ele só assume feições diferentes, dependendo do contexto e do perfil de seus representantes, e esses líderes deixam de certa forma bem claro suas posições, mas a verdade é que os lideres conservadores, trazem argumentos fortes, porem esses mesmos não passam tanta confiança, o que acaba gerando uma pequena incerteza, se é ou não o caminho ideal a ser seguido.

Conclusão -  com esse artigo concluímos que ser conservador é um tanto quanto difícil hoje em dia mais que parte dos conservadores conseguem levar isso muito, é tanto que o novo líder dos estados unidos atual, é um grande conservador, porem muitas vezes o conservador acaba exagerando com suas teses e pensamentos, O que os tira da razão.         

REFERÊNCIAS:


     





https://rodrigoconstantino.blogspot.com.br/2013/05/ser-conservador.html                          








Um comentário:

  1. Ele ganhou notoriedade unicamente por causa de suas opiniões visceralmente antipetistas na imprensa. Já vociferou contra mulheres, contra homossexuais e imigrantes...= https://bertonesousa.wordpress.com/2016/06/10/o-que-bolsonaro-representa-para-o-brasil/

    ResponderExcluir